Musicoterapia no Tratamento da Dor

Alguns temas abordados na palestra que realizei no Dia Internacional de Atenção a Pessoa com Lúpus, na Assembléia Legislativa de São Paulo.

 

– Música age como estímulo que compete com a dor.

– Estudos de imagem mostram atividade no sistema límbico, em resposta à música.

– Ela reduz marcadores neuro-hormonais de stress.

– Interfere no ritmo da respiração, frequência cardíaca, pressão arterial, e tônus muscular.

Observe seu corpo, respiração, e estados de tensão ou relaxamento vendo e ouvindo esse vídeo que editei:

Vale lembrar que não há recetias de músicas, cada um de nós tem um gosto pessoal, uma história de vida composta por músicas muito particulares, e reagimos de forma diferente diante de diferentes ritmos.

Usada adequadamente, e com apoio de um musicoterapeuta, a música auxilia a diminuir a dor física, como também a ansiedade, contribui com o estado emocional até sua recuperação.

 

Deixe uma resposta