Home Medicina Alternativa Osteopatia: Saiba como funciona e seus benefícios

Osteopatia: Saiba como funciona e seus benefícios

Técnicas manuais que estimulam as articulações e a capacidade de recuperação do corpo sem medicamentos e cirurgias.

O que é osteopatia?

A osteopatia, ou medicina osteopata, é baseada na crença de que a maioria das doenças está relacionada a problemas no sistema músculo-esquelético e que a estrutura e a função do corpo estão relacionadas. O sistema músculo-esquelético é feito de nervos, músculos e ossos, todos os quais estão interconectados e formam a estrutura do corpo.

Qual a história da osteopatia?

A osteopatia foi fundada em 1874 por Andrew Taylor Still. Still era um médico do Missouri que se frustrou com o que viu como a natureza ineficaz dos remédios na época. Ele acreditava que o papel do médico no combate as doenças era restaurar a função musculoesquelética adequada do corpo. Still fundou a Escola Americana de Osteopatia no Missouri em 1892. A escola ensinava manipulação manual, nutrição e modificações do estilo de vida ao invés de cirurgias e terapias de drogas.

A Associação Americana de Osteopatia foi formada em 1901 para regular a profissão. Em 1962, médicos osteopatas tiveram todos seus direitos de prática reconhecidos em todos os 50 estados (dado que eles obtivessem uma licença em algum estado). Em 1973, a Associação Médica da Califórnia convidou os médicos osteopatas para se associarem e se tornarem membros votantes.

Hoje, os médicos osteopatas recebem o mesmo treinamento básico de médicos, mas aprendem também manipulação (ajuste manual de músculos, ossos e ligamentos) e usam isso junto com tratamentos médicos mais convencionais. A maioria dos médicos osteopatas são provedores de cuidados primários, especializando-se principalmente em medicina familiar, medicina interna, obstetrícia/ginecologia ou pediatria.

Os médicos osteopatas praticam em todas as especialidades de medicina indo da medicina de urgência e cirurgia cardiovascular a psiquiatria e geriatria. Médicos osteopatas treinados em várias especialidades realizam uma abordagem do paciente por inteiro (holística).

De acordo com a Associação Americana de Osteopatia, mais de 64.000 médicos osteopatas estão em atividade nos Estados Unidos. Embora as manipulações osteopatas já foram usadas para tratar de todas as formas de doenças, agora elas são consideradas mais úteis para as condições musculoesqueléticas (como dores nas costas).

Como a osteopatia funciona?osteopatia

Andrew Taylwo Still acreditava que toda doença começava com problemas estruturais na espinha. Nervos longos ligam a espinha a vários órgãos no corpo. De acordo com Still, quando há um problema na espinha, os nervos enviam sinais anormais aos órgãos do corpo. Still chamava esses problemas da espinha de “lesões osteopáticas” (“osteo” para osso e “pático” para doente) e criou técnicas de manipulação osteopática (OMTs) para tratá-las. Ele acreditava que esses tratamentos iriam retornar os nervos a suas funções normais e permitir que o sangue fluísse livremente através do sistema circulatório. Com as estruturas restauradas, as próprias forças de cura do corpo seriam capazes de restaurar a saúde.

A osteopatia também foi pioneira com as técnicas que se tornaram conhecidas como terapia craniossacral, que agora são praticadas por diferentes disciplinas. A terapia craniossacral é a manipulação gentil de ossos do crânio para restauração do equilíbrio do corpo inteiro.

O que acontece durante uma visita ao osteopata?

Uma visita ao médico osteopata é muito parecida com uma visita a um médico de família. O médico osteopata fará perguntas sobre seu histórico familiar, condição física e estilo de vida. Contudo, o exame físico de seus ossos, juntas, músculos, ligamentos e tendões será mais extensivo que com um médico de família. Durante o exame físico, o médico osteopata irá analisar sua postura, espinha e equilíbrio, verificará suas juntas, músculos, tendões e ligamentos e pode usar as mãos para manipular suas costas, pernas ou braços. Ele também pode medir alterações na temperatura de sua pele e atividade das glândulas sudoríparas. Se necessário, o médico osteopata irá pedir exames de raio-x e testes laboratoriais. Quando os resultados chegarem, o médico osteopata irá realizar um diagnóstico e definir um plano de tratamento para você que pode incluir a prescrição de remédios.

Para problemas envolvendo ossos, músculos, tendões, tecidos ou a espinha, muitos médicos osteopatas usam OMTs. Existem duas categorias de procedimentos OMT: diretos e indiretos. Com o OMT direto, tecidos “problemáticos” ou “tensos” são movidos (pelo médico osteopata, pela pessoa que está sendo tratada, ou ambos) em direção às áreas de tensão. Com o OMT indireto, o médico osteopata empurra os tecidos “tensos” para longe, na direção oposta da resistência do músculo. O médico osteopata segura os tecidos nessa posição até que os músculos tensos relaxem.

osteopatia-medicina-alternativa

Que doenças e condições respondem bem à osteopatia?

A maioria dos médicos osteopatas usam muitos dos tratamentos médicos e cirúrgicos usados por médicos. OMTs são usados para tratar de uma variedade de problemas de saúde, musculoesqueléticos ou não. As melhores evidências científicas mostram que os OMTs são mais eficazes para dores nas costas e no pescoço. De fato, você pode ser capaz de reduzir a medicação para dor que estiver tomando caso receba OMTs como parte de sua terapia.

Algumas evidências preliminares também mostram que os OMTs podem ser úteis para:

  • Dor lombar
  • Lesões no tornozelo
  • Asma
  • Fibromialgia
  • Cotovelo de tenista
  • Dor no pescoço
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)
  • Recuperação após cirurgia
  • Dor menstrual
  • Depressão
  • Síndrome do intestino irritável (SII)

Existem condições que não devem ser tratadas pela osteopatia?

Você deve evitar manipulação osteopática se tiver um osso quebrado ou deslocado, câncer de osso, infecção óssea ou da junta, ligamentos danificados, artrite reumatoide do pescoço ou osteoporose. A manipulação osteopática não é recomendada para pessoas que passaram recentemente por cirurgia da junta ou para pessoas que tomem medicação anticoagulante(afinamento do sangue), como aspirina ou varfarina (Coumadin).

Existem riscos associados à osteopatia?

Logo após o tratamento de OMT você pode sentir um aumento de dor, dor de cabeça leve ou fadiga. Esses efeitos colaterais são temporários e geralmente desaparecem dentro de 4 a 24 horas. Mais gravemente, derrame e lesões da espinha foram relatados após manipulação do pescoço. Essas complicações são extremamente raras.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

O que é a Depressão? Quais são as causas e como é feito o tratamento?

Ao contrário do que muita gente ainda pensa a Depressão não se trata de um distúrbio temporário e sim de uma doença grave. Ela é...

Deseje boas-vindas ao Equinócio de Outono

Prepare-se para a mudança de estação, um período em que dia e noite terão a mesma duração, este evento chama-se Equinócio e agora aguardamos...

Medicina Integrativa

Chega de palavras difíceis, de ingerir remédios sem saber para que servem! Seja o centro de tudo! Participe de maneira ativa do seu tratamento,...

Psicanálise: Uma tática contra o sofrimento emocional

Alterações constantes de humor, dificuldades de relacionamento profissional ou amoroso, problemas de auto estima, tudo isso são características do sofrimento emocional desencadeado por transtornos...

Terapia Floral: A cura vinda das flores

Você compreende a importância de manter-se equilibrado emocionalmente? Sabia que emoções instáveis podem abalar a sua personalidade e te deixar mais propício a contrair...